Foi-se o tempo em que morar em apartamento era sinônimo de ficar longe da natureza. Cada vez mais pessoas estão aderindo ao hobby da jardinagem, seja como forma de relaxamento, para ter hortaliças fresquinhas na hora de preparar a comida ou simplesmente pelo prazer de cuidar e ver uma plantinha crescendo. Graças ao surgimento de novas técnicas de cultivo em espaços pequenos, as pessoas que optam por viver em prédios não precisam mais viver confinadas na “selva de concreto” das cidades grandes.

É possível, sim, ter ao alcance das mãos diversos tipos de plantas, mesmo em apartamentos. Espécies como samambaia, árvore da felicidade e o lírio, por exemplo, adaptam-se facilmente a esse tipo de moradia, já que não precisam de sol em abundância. Ainda não acredita que é possível colocar isso em prática? Então vem comigo porque separamos cinco dicas muito práticas para você enfeitar o seu lar com os presentes que a natureza nos dá!

Escolha as plantas mais adequadas

Antes de optar por quais espécies deseja cultivar, verifique a incidência de luz solar no seu apartamento e a ventilação. Cada imóvel tem suas características próprias e isso vai determinar o tipo de planta que melhor irá se desenvolver naquele local. Muita gente adora o bambu mossô, por causa de sua beleza, mas essa planta não sobrevive em ambientes internos. Por outro lado, a Lança de São Jorge, mini cacto e violeta são boas opções para apartamentos pouco ensolarados.

Aposte em vasos

Se você tem um cantinho vazio no seu apartamento, ali é o espaço ideal para um vaso. Distribuí-los em prateleiras ou alocá-los nos parapeitos das janelas também são boas opções. A grande vantagem do vaso é que você pode levá-lo, de vez em quando, para um local que bata sol para a planta crescer forte e saudável. Salsinha, cebolinha e manjericão crescem bem nesses suportes e ainda temperam a sua comida.

Jardins verticais

Você já reparou como são lindos os jardins verticais? E eles estão super na moda. Basta abrir uma revista de decoração que você vai dar de cara com vários deles. Caso você disponha de uma parede com boa iluminação e bem ventilada, esse espaço é ideal. O jardim vertical pode ser montado tendo com base em painéis de madeira, fibras ou treliças. Há quem goste também de pendurar os vasos diretamente na parede. Mas é preciso ter cuidado com a drenagem de água. Afinal, ninguém quer dar espaço para o aedes aegypti se desenvolver. Uma boa drenagem também evita infiltrações na sua parede.

Plante na varanda

Se o seu apartamento dispõe de varanda ou mesmo uma pequena sacada, você poderá investir em plantas que precisam de mais sol e ventilação, como o bambu mossô, lavanda, cravo, bromélia… Só tome cuidado para não preencher todo o espaço e assim dificultar circulação de pessoas. Aproveite para plantar um raminho de arruda para espantar o mau olhado dos vizinhos.

Invista em ferramentas

Lembre-se que as plantas precisam de cuidados constantes para poder crescer lindas e saudáveis. Pouca gente tem em casa regadores e pás, mas esses utensílios ajudam muito na manutenção diária do seu jardim caseiro. Fertilizantes e repelentes naturais também podem entrar na sua próxima lista de compras de jardinagem. Tudo isso não custa caro em lojas especializadas. Ah… e quando for viajar, não se esqueça de pedir alguém para regar suas plantinhas.

E você, tem plantas no apartamento? Compartilhe com a gente as espécies que mais se deram bem na sua casa.

Deixe uma Resposta