É certo que morar em um condomínio de apartamentos traz muitas vantagens, inclusive quando o assunto é segurança. Muitos possuem guarita, portão automático, cercas elétricas e portaria 24 horas. Mas, e se o prédio não tiver esses recursos disponíveis?

Ainda sim é possível melhorar a segurança do seu condomínio e apartamento com mudanças de comportamento e estratégias simples. Confira as dicas que separamos para você proteger seu imóvel.

1 – Todo mundo precisa colaborar

A segurança dos apartamentos – e das dependências do prédio – é do interesse de todos os moradores. Logo, o primeiro passo para melhorar a proteção é uma mudança de comportamento que envolva também os vizinhos.

Reúna os moradores para discutir as normas de segurança do condomínio e debater quais atitudes podem ajudar a evitar problemas. Para as famílias que possuem filhos pequenos, é fundamental explicar para eles a importância de nunca abrir a porta para estranhos e nem autorizar a entrada de desconhecidos pelo interfone.

Uma boa alternativa é criar um grupo no WhatsApp dos moradores para todos se comunicarem melhor.

2 – Cobre uma infraestrutura adequada

Para evitar o acesso indesejado às dependências do prédio, a fachada e os portões de acesso devem fornecer condições mínimas adequadas. A iluminação da parte externa é uma das mais importantes, e deve permitir a visualização clara da calçada e dos portões de pedestres e veículos.

Alarmes que apitam após os portões ficarem abertos por muito tempo também ajudam a alertar os moradores sobre qualquer desatenção.

3 – Instale alarmes

O alarme é uma das principais ferramentas para inibir o arrombamento de imóveis e veículos. Com um volume altíssimo e irritante, seu mecanismo é arruinar qualquer tentativa dos infratores de passarem despercebidos.

Além dos alarmes que emitem o som da sirene, muitos aparelhos modernos de segurança contam com botões que chamam a polícia ou uma empresa de vigilância automaticamente. Eles podem ser instalados em locais estratégicos do apartamento ou até mesmo levados no bolso dos usuários, podendo ser acionados remotamente.

4 – Exiba sua proteção

Além de instalar os equipamentos de segurança, é importante deixar claro que eles existem e estão protegendo sua casa. No lado externo do apartamento, coloque sinais ou adesivos que informem qual o sistema de segurança você utiliza. Muitas empresas que prestam esse serviço oferecem estes adesivos.

Pode parecer ingenuidade, mas não é: esses avisos desestimulam eventuais invasores, que vão preferir alvos menos arriscados.

5 – Vá além das suas chaves

Ciente da busca constante por mais segurança, muitas casas de materiais de construção e utilidades domésticas possuem fechaduras, trincos e dispositivos que podem ser instalados nas portas, aumentando a segurança.

Além de trancas internas extras, muitas oferecem abertura mediante senha digitada e até alarmes sonoros caso haja tentativa de forçar a abertura. Uma ótima dica é instalar na porta principal de acesso ao apartamento.

6 – Não se acomode com sua rotina

Por fim, não deixe que a rotina faça você baixar a guarda. Mesmo que você more em uma localização segura e que seu edifício conte com um sistema de segurança eficaz, esteja sempre atento à movimentações suspeitas na sua região. Lembre-se de que a segurança também está no hábito, e vai além dos seus muros e portas.

Tome cuidado ao chegar em casa, principalmente na entrada do seu edifício. Tenha o cuidado de observar os movimentos da rua e identificar com antecedência veículos e pedestres suspeitos.

Gostou das dicas? Conhece alguma tecnologia ou técnica que está mudando a segurança dos apartamentos? Compartilhe com a gente nos comentários.

Deixe uma Resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.