Plantas dentro do ambiente doméstico exigem cuidado constante e quem se dedica a essa atividade colhe os benefícios da beleza na decoração. Seja com as cores das suas flores, o desenho dos ramos ou o design e colocação dos vasos, elas dão um contraste natural com os móveis e eletrodomésticos do apartamento.

Confira algumas espécies que você pode combiná-las com seus móveis e arquitetura, e encontre a que mais corresponde com o seu estilo.

Espada de São Jorge

Ideal para áreas internas e jardins de pedras, essa planta possui folhas compridas e pontudas. Ela pode ser colocada em cantos de parede e também fica bem em jardins externos. Sem flores e com um tom verde escuro, combina com uma decoração minimalista, principalmente com um toque rústico, como parede de cimento queimado ou madeira não tratada.

Ainda tem como vantagem a facilidade de cuidado, já que é uma planta bastante resistente, que precisa ser regada uma vez a cada duas semanas.

Anturio

Geralmente colocada em vasos, que podem ir ao nível do chão ou sobre os móveis, a planta é uma opção para quem quer levar um pouco de cor aos lugares menos iluminados da casa. Isso porque, além do vermelho forte de suas flores, ela floresce mesmo sem incidência direta do sol.

A irrigação pede muita umidade, então deve ser feita três ou quatro vezes por semana, diminuindo no inverno.

 Azaleia

Outra opção para decoração com vasos no interior da casa, a azaleia também forma ótimas cercas-vivas. Existem nas variações da vermelha a rosa, passando pelo roxo, branco e até flores mescladas.

Necessita da luz do sol e água a cada dois dias, mas o esforço é bem recompensado. As azaleias florescem cerca de três vezes por ano e ficam floridas por um período de até dois meses. É cor para o ano inteiro.

Orquídea borboleta

Com o caule bastante delicado, essa planta geralmente demanda um ponto de apoio para amarrar e escorar, e, por isso, tem de ser protegida do vento. Deve ser regada uma vez por semana e duas no ponto alto do verão, e receber adubação a cada quinze ou trinta dias.

Suas cores variam entre o branco, o rosa, o amarelo e a púrpura, e ficam lindas expostas em criados mudos, raques e mesas de centro.

Cacto

Quase independentes, eles não precisam ser regados sempre, apenas quando a terra estiver seca e, mesmo assim, com parcimônia. Deixar a terra encharcada poderá fazer com que apodreça.

 Nas versões miniaturizadas, combinam com estantes de decoração e até mesas de trabalho. Também se adaptam muito bem aos banheiros, porque absorvem a água da umidade local e combinam com a parede azulejada e o mármore.

Palmeira-ráfia

Com um caule fino que lembra o bambu, essa espécie de palmeira leva um toque tropical e oriental ao seu apartamento. Deve ser mantida à meia-sombra e regada semanalmente. Combina com salas de estar, próxima ao sofá ou poltrona. Ela deve ser cultivada em um vaso alto, que pode ser coberto com cascas de árvore ou pedras brancas, para um toque arrojado na decoração.

Gostou das dicas e quer montar um jardim? Lembre-se que, independentemente da escolha, providencie pratinhos com areia ou outra forma de absorção para não acumular água.

Se você tem algum segredo de jardinagem ou conhece uma espécie ótima para decoração, compartilhe com a gente nos comentários.

 

Deixe uma Resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.