A chegada dos filhos muda toda a rotina da casa: eles invadem nosso território com brinquedos e transformam o local em um verdadeiro parque de diversões. Para evitar que isso aconteça, o ideal é montar uma brinquedoteca, uma área exclusiva onde os pequenos terão toda a liberdade.

É uma ótima forma de concentrar eventuais bagunças, além de ser a oportunidade de ensinar aos filhos a importância de manter a organização e cuidar do próprio espaço. Confira as dicas que separamos para você!

Montagem do espaço

A brinquedoteca pode ser montada em um quarto vago, no próprio quarto da criança ou em uma parte da área de convivência da casa. Para demarcar o local, você pode pintar de uma cor diferente, plotar a parede com adesivos ou usar uma decoração que a diferencie.

Aposte em cores vibrantes, que estimulem a criança, ou em algo que ela goste, como um tema sobre um personagem favorito, com cores e pôsteres relacionados.

Sem bagunça

Mesmo que o espaço seja livre para a criança se sentir a vontade para brincar, não significa que bagunça é a regra. As prateleiras podem ajudar na organização e dão a criança a oportunidade de decorar com seus brinquedos e objetos.

Para guardar os brinquedos com praticidade, baús e caixas para organização também são uma ótima opção. Lembre-se de deixá-los sempre em uma altura que as crianças alcancem, para evitar acidentes.

Brincando e aprendendo

Não há dúvidas que as crianças adoram suas bonecas, miniaturas de automóveis e brinquedos que remetem a objetos reais. Mas é preciso lembrar de colocar livros, papéis e lápis na brinquedoteca, para que elas soltem a imaginação e trabalhem suas habilidades cognitivas.

Você pode incentivá-las a criar com elogios aos seus desenhos, e até mesmo colocar um varal para pendurar as suas “obras primas”.

Proteja suas paredes

Em um espaço com lápis à disposição, em algum momento da infância a parede do apartamento pode se tornar a tela da próxima obra de arte. A brinquedoteca pode ser uma forma para ajudar a diminuir esse possível dano.

Pintar uma parede com tinta fosca e transformá-la em um grande quadro para ser escrito e reescrito com giz vai incentivar a criatividade da criança e evitar que ela se aventure pelas paredes dos outros cômodos. É possível encontrar, inclusive, tintas próprias para esse fim, não tóxicas e mais resistentes a detergentes.

Dos brinquedos para os livros

Na medida que as crianças crescem, aos poucos vão deixando de lado os brinquedos e se interessando por livros e computadores. A entrada na escola também vai demandar a necessidade de um espaço para estudos e organização do material escolar.

Uma boa ideia é transformar a brinquedoteca em biblioteca ou em uma área reservada de estudos. As prateleiras de brinquedos continuam, mas agora com livros, uma mesa, uma cadeira confortável e um computador.

Gostou das dicas? Tem alguma ideia para melhorar o espaço das crianças? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

 

 

Deixe uma Resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.