O sonho da casa própria faz parte do imaginário da maioria dos brasileiros. Como o valor dos imóveis é bastante elevado e os financiamentos tradicionais são cheios de complicação e juros bem altos, nem sempre é fácil tornar esse sonho uma realidade.

A boa notícia é que, atualmente, existem opções mais acessíveis e vantajosas para quem deseja comprar um imóvel. O Programa Minha Casa Minha Vida oferece subsídios e ótimas condições de financiamento para famílias que se encaixem no limite de renda estabelecido.

Para ajudá-lo a fazer a melhor escolha, explicamos abaixo como funciona o programa e o porquê de ele ser a melhor opção para você!

O que é o programa Minha Casa Minha Vida

O Programa Minha Casa Minha Vida (Minha Casa Minha Vida) é um projeto do Governo Federal para auxiliar famílias de baixa renda a realizarem o sonho da casa própria. O Minha Casa Minha Vida tem o objetivo de reduzir o déficit habitacional por meio de subsídios e condições de financiamento e juros melhores que os oferecidos no mercado.

Localidades habilitadas para participar do Minha Casa Minha Vida

Somente podem participar do programa as cidades e municípios com mais de 100 mil habitantes. Em casos especiais, localidades com população entre 50 e 100 mil habitantes podem ser contempladas, mas somente se houver déficit habitacional.

Limite de renda para participação

Para que o beneficiário esteja apto a pleitear os benefícios do Minha Casa Minha Vida, a renda mensal da família precisa estar dentro dos limites determinados pelo programa. Confira abaixo a tabela com as faixas de renda existentes:

Faixa de Renda

Limite de Renda

Taxa de Juros (% a.a)

Faixa 1

Até R$1.800,00

0,00

Faixa 1,5

Entre R$1.800,01 e R$2.350,00

5,00

Faixa 2

Entre R$2.350,00 e R$3.600,00

5,5 até 7,00

Faixa 3

Entre R$ 3.600,01 e R$6.500,00

8,16

 

Além de se enquadrar em alguma das faixas de renda, o beneficiário deve cumprir alguns requisitos. Veja quais são:

  • Não pode ter sido beneficiado em programas de habitação social do governo;

  • Não pode ter financiamento de imóvel em seu nome e nem casa própria;

  • Precisa comprovar a sua renda, seja ela formal ou informal.

Para a família fazer a operacionalização do benefício, ela deve seguir um dos seguintes procedimentos, de acordo com a sua faixa de renda.

  • A família que se enquadre nas faixas de renda 1 e 1,5 deve se dirigir à prefeitura de sua cidade e efetuar o cadastro no programa. Após processo seletivo, ela é convocada para apresentar sua documentação pessoal — na Caixa ou em outro agente credenciado.

  • Para as faixas de renda 2 e 3, a família pode ir diretamente em uma construtora credenciada ou à Caixa para realizar uma avaliação de crédito e dar continuidade com o processo de compra.

Como é o pagamento do imóvel

O pagamento do imóvel adquirido por meio do Programa Minha Casa Minha Vida é semelhante a um financiamento imobiliário comum.

Para simplificar, existem dois tipos principais de financiamentos: o Sistema Price e o Sistema de Amortizações Constantes (SAC).

Mas o que isso significa?

  • Sistema Price: o valor do parcelamento é sempre fixo. Entretanto, ao longo dos pagamentos, o valor dos juros diminui e o da amortização aumenta.

  • SAC: o valor das amortizações é mantido durante todo o financiamento, mas o valor dos juros vai reduzindo ao longo dos pagamentos.

A Caixa Econômica Federal tem uma ferramenta bem interessante para você fazer a simulação do seu financiamento pelo Minha Casa Minha Vida. Por meio dela, você escolhe o tipo de financiamento (Price ou SAC) e tem acesso a informações detalhadas sobre o procedimento:

  • Cota máxima do valor do imóvel que pode ser financiada;

  • Prazo máximo de parcelamento disponível;

  • Valor do subsídio oferecido pelo Minha Casa Minha Vida;

  • Valor das parcelas e quais os valores mensais (o valor depende do sistema de amortização, se Price ou SAC);

  • Taxa de juros aplicada à sua faixa de renda.

Quais as vantagens de se comprar um imóvel pelo Programa Minha Casa Minha Vida?

O Programa Minha Casa Minha Vida é um dos programas sociais mais bem-sucedidos da história. Ele oferece a seus beneficiários uma série de vantagens que não estão disponíveis nos financiamentos tradicionais.

Quer saber quais são essas vantagens e como elas podem deixar você mais perto de conquistar sua casa própria? Ótimo! Vamos lá!

Oferece juros mais baixos que o praticado no mercado

Enquanto a média dos juros aplicados em financiamentos comuns varia entre 10% e 13%, a porcentagem máxima aplicada no Minha Casa Minha Vida é de 8,16%. Além disso, os juros seguem as faixas de renda do programa, então, quanto menor a renda familiar, menores serão os juros aplicados.

Podem ser utilizados recursos do FGTS

É possível usar os recursos do seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), e isso torna o financiamento mais acessível, pois o comprador quita parte da dívida e isso deixa as parcelas mais baratas.

Maior tempo para pagamento

O prazo para pagamento pode chegar até a 360 meses, superior ao que costuma ser praticado em financiamentos tradicionais. E isso é muito positivo para o bolso do beneficiário do programa, uma vez que compromete uma parte menor do orçamento mensal.

Existência de subsídios

O subsídio é um valor pago pelo governo a pessoas que adquirem um imóvel por meio do Programa Minha Casa Minha Vida. O valor varia conforme a cidade e o perfil do comprador, e é muito útil pois funciona como se fosse um desconto que reduz o valor do financiamento. Você pode calcular o valor do seu subsídio por meio de uma calculadora online.

Atendimento especializado

Essa vantagem oferece ao cliente vários locais para esclarecer dúvidas e explicar como o programa funciona nos mínimos detalhes, para não restar dúvida alguma na hora de comprar seu imóvel.

Fundo Garantidor de Habitação

Durante a vigência do contrato, o beneficiário fica resguardado pelo Fundo Garantidor. Em caso de perda da capacidade de pagamento, por exemplo, o Fundo garante o pagamento de até 36 parcelas.

  • 36 prestações para renda de 3 a 5 salários mínimos;

  • 24 prestações para renda de 5 a 8 salários mínimos;

  • 12 prestações para renda de 8 a 10 salários mínimos.

Escolhendo a melhor opção para compra do seu imóvel

Nem sempre é fácil conseguir um financiamento de imóvel da forma tradicional, principalmente para as famílias das primeiras faixas de renda, pois são muitas as exigências da instituição financeira e as condições nem sempre são atrativas:

  • Comprovar capacidade de pagamento;

  • Não estar impedido de contrair dívida;

  • Análise de crédito rigorosa;

  • Os juros e o valor das parcelas são bastante elevados;

  • Exige um valor de entrada considerável.

Por outro lado, o Minha Casa Minha Vida oferece ótimas condições de financiamento, subsídios e taxas de juros menores que as do mercado, e que variam de acordo com a renda. Sendo assim, se você está dentro das faixas de renda estabelecidas e cumpre os requisitos, essa é a melhor opção para você.

Você se encaixa nas condições estabelecidas pelo programa? Então, você está mais próximo de realizar o sonho da casa própria! Aproveite as vantagens de se financiar um imóvel através do Programa Minha Casa Minha Vida e não caia nos juros e burocracia dos financiamentos comuns.

Gostou de saber mais sobre o Programa Minha Casa Minha Vida? Assine agora nossa newsletter e fique por dentro de todos os nossos conteúdos!

Deixe uma Resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.